Dia Internacional da Amizade



Hoje celebramos o Dia Internacional da Amizade! Por isso o convite é refletirmos sobre as nossas tantas amizades... as amizades presentes e as que ficaram na caminhada... as amizades que foram resgatadas após algum tempo distantes... Enfim, as amizades que ficaram "guardadas no lado esquerdo do peito..."


Então lançamos um desafio para vocês: De vez em quando, você consegue lembrar-se daquela pessoinha que timidamente, ou arrebatadoramente, iniciou um diálogo com a pessoinha que era você? Sobre uma bola de gude, uma boneca, um carrinho, um “super nintendo", um cachorrinho, uma corrida de “picula..." E que em um átimo de segundo tornou-se seu/sua “melhor amigo (a)”? O cenário pode ter sido na escola, na praia, em casa de uma tia, um parque, um play ground, uma calçada, um quintal... Tente aguçar a memória... tente lembrar-se daquela pessoa que, naquela breve vivência te vez sorrir, às vezes chorar, sentir raiva e até sentir-se acolhida... Sim. Trata-se de uma primeira experiência de amizade, que compõe nossa história!

Toda essa poética introdução, propõe celebrarmos o Dia Internacional da Amizade -20 de julho - que foi reconhecido no Brasil, Uruguai e Argentina, apesar da sugestão da Assembleia Geral das Nações Unidas de que todos os países-membros celebrassem o Dia Internacional da Amizade, ou Dia do Amigo, no dia 30 de julho. Vale ressaltar que não existe distinção entre o Dia do Amigo e o Dia Internacional da Amizade.

Ao longo de nossa existência, se prestarmos atenção, experimentamos infindáveis histórias de amizades que se iniciam em locais diversos e épocas mais tenras e por vezes se findam, assim, como uma brisa que passa brincalhona e efêmera... Contudo, também experimentamos amizades que se estabelecem despretensiosamente, e que levamos conosco durante toda nossas vidas... Estamos passivos ao estabelecimento de vínculos por toda a nossa historicidade, e não há época ou momento para que este fenômeno tão providencial às intempéries que enfrentamos, nos aconteça!


A amizade, nos sustenta; nos escuta sem julgamentos; mas também nos aponta os erros, apoiando, por amor e amizade também. Às vezes vem carregada de sensações desprazerosas e às vezes muito prazerosa! Mas importante é lembrar que a amizade também influencia em nossa história, em nossa maneira de ser e estar na vida! Nós da Inventividade, queremos destacar as amizades intergeracionais e o quanto ricas elas podem vir a ser! Quantas trocas, de conhecimentos, experiências e vivências podem ser construídas de retroalimentadas, fomentando sentimentos de alegria e saúde integral para ambos! Quanto apoio e suporte de ambos os lados pode ser experimentado. Como as outras amizades, estes vínculos podem se estabelecer nos diversos âmbitos de nossas vidas: na família, aquele tio... o pai... o sobrinho... o filho... o avô... o neto que tanto tem a nos dizer... Assim também no ambiente de trabalho, aquele líder ou liderado, que por considerarmos mais velho e “ultrapassado” ou mais jovem e “inexperiente”, que pouco paramos para ver e escutar; talvez muito tenha a enriquecer nossa prática pessoal e profissional e vise versa...


Queremos ainda ressaltar que a amizade hoje celebrada, se fundamenta numa necessidade de encontro, seja consciente, seja inconsciente e se nutre de sentimentos como respeito, admiração, solidariedade e amor! Este encontro ou reencontro pode se dar em qualquer lugar, em qualquer circunstância... Basta que estejamos com nossos corações e mentes abertos para a amizade!

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo