"Eu Mulher" (Conceição Evaristo) por: Jacira Conceição



As Quartas Poetizamos!


Hoje traremos a poesia intensa "Eu Mulher" de Conceição Evaristo, na voz da querida Jacira Conceição @jacira823.


Uma gota de leite

me escorre entre os seios.

Uma mancha de sangue

me enfeita entre as pernas

Meia palavra mordida

me foge da boca.

Vagos desejos insinuam esperanças.

Eu-mulher em rios vermelhos

inauguro a vida.

Em baixa voz

violento os tímpanos do mundo.

Antevejo.

Antecipo.

Antes-vivo

Antes - agora - o que há de vir.

Eu fêmea-matriz.

Eu força-motriz.

Eu-mulher

abrigo da semente

moto-contínuo

do mundo.


In: Poemas da recordação e outros movimentos (Editora Malê)

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo