Dia Nacional do Livro

Nossa dica hoje tem um aroma especial!

“Desde pequeno me interessei por livros e uma de minhas primeiras lembranças era pegá-los, não para lê-los, porque não sabia, mas para ver-lhe as estampas e, principalmente, para cheirá-los...”

João Ubaldo Ribeiro

Vamos falar de algo que, para muitos, uma paixão, um amor incondicional!. Uma das invenções e intervenções mais enriquecedoras do Ser Humano - O Livro - E por quê? Por que hoje, 29 de outubro é o Dia Nacional do Livro!

A Razão de esta data ser a escolhida para celebrar o Livro, se deve a uma homenagem à fundação da primeira biblioteca brasileira, a Real Biblioteca, no Rio de Janeiro, na época, capital do país, em 1810. Nessa data a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida de Portugal, para o Brasil tornando-se a Biblioteca Nacional. Contudo, seu acervo composto além de livros, manuscritos, mapas, estampas, moedas e medalhas, chegaram ao Rio de Janeiro antes, em 1808 quando, o Brasil iniciou a edição de seus próprios livros, a partir da fundação da Imprensa Régia, por D. João VI. Destaca-se ainda que o primeiro livro a ser editado, no Brasil, foi "Marília de Dirceu", do escritor Tomás Antônio Gonzaga.

Inauguração do prédio atual da Biblioteca Nacional em 12 de novembro de 1910

Representação da Prensa de Gutemberg

Breve histórico:

Antigamente, os livros eram bem diferentes do que são hoje. Para quem está acostumado com livros de boa aparência, com revisão ortográfica e uma capa bem diagramada, saiba que, bem antes disso, a centenas de anos atrás, os livros eram feitos de outro modo. Os primeiros registros gráficos foram feitos em papiros. Com o passar do tempo, os rolos de papiro foram substituídos pelo pergaminho, que era feito de couro. O papel somente chegou na Idade Média, assim, os livros, ainda escritos manualmente, começaram a substituir os pergaminhos. Em meados de 1455, o alemão Johannes Gutenberg gerou uma mudança revolucionária para a história da escrita: Criou uma técnica de prensa com uma impressora que reproduzia letras e símbolos com relevo esculpidos em metal. Este processo amplificou-se rapidamente pela Europa e pelo mundo. A primeira impressão de um livro, feita por  Gutenberg foi a Bíblia - o exemplar foi escrito em latim, contando com 1.282 páginas!

Com o avanço da tecnologia, outra configuração de livros ganhou destaque: os livros digitais, que vem com as possibilidades: trazer novas publicações em meios digitais e reproduzir as mais antigas produções da história.

E ainda que haja muitos apaixonados pela composição material do livro – essas pessoas amam marcar suas páginas, fazer anotações, sentir o cheiro, e colecionar títulos, a funcionalidade do meio digital ganhou muito espaço, e hoje, muitas pessoas escolhem lidar com livros em versões digitais, pelo computador, tablets, celular, e leitores digitais.

Você sabe quais os livros mais vendidos no mundo?

A Bíblia é considerada o livro mais vendido no mundo, com mais de 5 bilhões de cópias vendidas e tradução para cerca de 3 mil idiomas.

O livro Dom Quixote, datado do ano de 1612, é um clássico da literatura espanhola, escrito por Miguel de Cervantes e vendeu mais de 500 milhões exemplares.

Para quem quer se aventurar em muitas histórias de um personagem leia Harry Potter, escrito por J.K. Rowling. A saga possui sete livros. O primeiro da série, Harry Potter e a Pedra Filosofal (1997), está na lista dos mais vendidos.

Um clássico infantil que encanta gerações e uma das obras mais traduzidas é O Pequeno Príncipe, de 1943, autoria de Antoine de Saint-Exupéry. “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas” é uma das frases mais conhecidas do livro.

O Pequeno Príncipe

Alguns autores e autoras consagrados de diversos segmentos e nacionalidades:

Machado de Assis, Jane Austen, León Tolstói, Graciliano Ramos, Carolina Maria de Jesus. Ernest Hemingway, Cora Coralina, Jorge Mario Vargas Llosa, Agatha Christie, Guimarães Rosa, Marta Medeiros, Fernando Sabino, Ana Maria Gonçalves, Vinícius de Morais, Lya Luft, Fernando Pessoa, Clarice Lispector, Gabriel Garcia Marquez, Conceição Evaristo, Mia Couto, Nora Roberts, Carlos Drummond de Andrade,  dentre outros tantos e tantas outras.

Conceição Evaristo - Foto Divulgação

Por que é importante ler?

Segundo pesquisadores, o ser humano lê três motivos: por prazer, para estudar e para se informar. O gosto e o hábito de ler vão se constituindo ao longo da vida. Algumas pessoas tem tanto prazer nessa atividade, que escolhem profissões nas quais a leitura é imprescindível, como por exemplo, escritores, tradutores revisores, redatores, jornalistas editores, entre outras. Para a maioria, ler é considerado um passatempo, uma forma de relaxar, enfim. Há uma variedade de gêneros de livros: biografias, didáticos, autoajuda infantis, receitas, poesia (…)

Alguns benefícios do hábito de Ler:

• Amplifica a visão de mundo;

• Diversifica o vocabulário;olk 

• Proporciona mais conhecimento;

• Auxilia a escrever melhor;

• Transporta o leitor para os lugares mais espetaculares;

• Estimula a criatividade e a imaginação;

• Relaxa a mente;

• Melhora a memória;

• Reduz o estresse.

Dicas para criar o hábito de leitura:

• Evite cobranças: Antes de tudo, lembre-se de que a leitura deve ser um ato de prazer e não uma pressão.  Acolha seu ritmo, busque o prazer no que se está lendo.

• Se entregue à leitura: Escolha um local tranquilo para fazer suas leituras de forma que possa dedicar-se somente a elas.

• Estabeleça um tempo diário: Você pode impor-se um objetivo de ler por cerca de 15 a 20 minutos diários a fim de conseguir exercitar seu hábito; também pode estabelecer a leitura de uma certa quantidade de páginas ou de um capítulo diariamente.

• Troque o livro: Se você começou a ler um livro, já leu alguns capítulos, e mesmo assim não sentiu prazer, não desista por isso. Troque de livro

• Carregue. Leve o livro aonde for: Durante a rotina, é comum passar alguns minutos ou até mesmo horas na fila de um banco, no ônibus, no metrô, num consultório médico ou em outros lugares que consomem nosso tempo. Ter um livro com você é uma forma de fazer passar o tempo e não desperdiçá-lo, além de ajudar a cultivar seu hábito de leitura.

Leitura para crianças

É importante que o hábito da leitura comece desde a infância. Os pais podem, por exemplo, iniciar a prática lendo histórias para os filhos. Há muitos livros infantis com conteúdo lúdico. Com a alfabetização, a leitura de contos e gibis é muito importante para que as crianças comecem a exercitar esse hábito.

Quanto antes o costume é adquirido, mais fácil de ele permanecer no decorrer da vida. Se a criança começa a ler desde os primeiros anos de vivência, o hábito torna-se natural e ainda contribuirá para o estímulo da imaginação e criatividade.

Ler na internet

É comum que hoje as pessoas leiam por meio de celulares e notebooks.

Para pessoas que não se importam em ler diretamente da tela do computador, do tablet, do celular ou até de aplicativos específicos para leitura, há hoje diversos sites nos quais é possível encontrar livros digitais para comprar ou até para baixar de graça. Veja algumas opções de livros on-line gratuitos:

• Domínio público

• Portal de Livros Abertos da USP

• E-books da Unicamp