Christine Leboucher - Artesã

Christine, uma francesa-baiana - ou será uma baiana-francesa? Ela é Filósofa e Facilitadora de processos e de grupos e nos relata, poeticamente, sua ligação com o fazer manual, fonte de encantamento e prazer!

“Comecei a gostar de criar com as minhas mãos desde minha adolescência, fazendo peças de tricô e de croché para mim. Foi meio que uma surpresa na família, pois minha mãe não praticava nada destas artes manuais e meu avô até desprezava ostensivamente tais habilidades.

Jovem adulta, fiquei cada vez mais apaixonada por tecidos, amando as idas a uma imensa loja que existia no meu bairro. E segui costurando tudo que precisasse na minha casa, almofadas, cortinas, lençóis. Também continuei fazendo lindos agasalhos de tricô, já apreciando misturar cores e desenhos.

Já no Brasil, chegou um dia em que assumi minha paixão por peças de retalhos - paixão que sinto até hoje! - e fui criando colchas e cortinas de retalhos para

toda a família, eu e meus três filhos!

Desde que vivo por aqui, sempre apreciei muito os artesanatos tradicionais brasileiros, particularmente os fuxicos e, vez ou outra, comprava uma pecinha. Até um dia, uns quatros anos atrás, em que tomei a grande decisão: agora, eu vou fazer os fuxicos! E minha paixão está sempre viva e até crescendo: acho os fuxicos a coisa mais linda e graciosa do mundo!

Interessante observar que quando faço, desacelero minha mente, me dá uma tranquilidade profunda, uma serenidade. Além disso, e o mais gostoso de tudo, todas as vezes que termino um fuxiquinho, admiro a nova pecinha, e sempre surge um contentamento, uma alegria de criança, ao ver esta beleza miúda que acabei de colocar no mundo! Muita gratidão à ou às mulheres desconhecidas que um dia inventaram o fuxico! ❤️”