Outubro Rosa

Hoje 19 de outubro é o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama e nós escolhemos trazer para vocês o depoimento de uma mulher inventiva, ativa, criativa que vivenciou todas as fases do adoecimento desde a suspeita até o diagnóstico, o tratamento e a superação. Célia Urpia é Assistente Social de profissão mas atua em diversas atividades relacionadas ao Desenvolvimento Humano e carinhosamente compartilha conosco sua história, nos motivando a assumir o protagonismo da nossa vida, olhar para nossa forma de pensar e estar no mundo, cuidar da nossa saúde e escolher viver!!

Gratidão Célia por tuas palavras e por ser este exemplo de Inventividade!!  

Você sabia que o mês de outubro foi escolhido no início da década de 90 para ser um mês de conscientização internacional sobre o câncer de mama? 

 

No Brasil a campanha do Outubro Rosa foi pensada para promover um maior acesso à informações acerca da prevenção, do diagnóstico e tratamento do câncer de mama que acomete cerca de 29% das mulheres brasileiras e 25% no mundo.  Apesar de menos comum os homens também podem desenvolver o câncer de mama, fique atento!  Por isso é fundamental que todo mundo faça acompanhamento médico e os exames anuais. Quanto antes o câncer for descoberto mais cedo o tratamento começa.

Conheça alguns dos sinais e sintomas possíveis do câncer de mama:

- alterações no tamanho ou forma da mama;
- nódulo único e endurecido;
- vermelhidão, inchaço, calor ou dor na pele da mama, mesmo que não apresente presença de nódulo;
- nódulo ou caroço na mama, que está sempre presente e não diminui de tamanho;
- sensação de massa ou nódulo em uma das mamas;
- sensação de nódulo aumentado na axila;
- espessamento ou retração da pele ou do mamilo;
- secreção sanguinolenta ou aquosa pelos mamilos;
- assimetria entre as duas mamas;
- presença de um sulco na mama, como se fosse um afundamento de uma parte da mama;
- endurecimento da pele da mama, semelhante a casca de laranja;
- coceira frequente na mama ou no mamilo;
- formação de crostas ou feridas na pele junto do mamilo;
- inversão do mamilo;
- inchaço do braço;
- dor na mama ou no mamilo.

Reforçamos a importância de acompanhamento médico periódico. Os sinais acima são de alerta, se identificar algum deles procure um médico, para verificar a possibilidade ou não de ser câncer de mama.

Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde, Ministério da Saúde